Désordre de pétales blancs*


8-7-2006




si mon coeur tourne
chaque instant pensées dansent

Marie Mélisou


* aqui


13 Comments:

Blogger wind said...

:))))
Cada pensamento dança tal como o vento que bate agora na vela amarrada desse mastro.
Belíssimo!:)
beijos****

3:52 da manhã  
Blogger hfm said...

Que preciosidade!

10:22 da manhã  
Anonymous Márcia said...

wind disse o que eu ia dizer. ;)
então, deixo um beijo grande, de carinho e de saudade, daqui, onde choveeeeeeeeeeeeee.

(preciso escrever mais tarde a você, amiga).

4:29 da tarde  
Blogger Manoel Carlos said...

Como sempre, bom gosto e sensibilidade na escolha de imagens e textos.

2:39 da manhã  
Blogger carlos peres feio said...

os moinhos de vento da nossa mente
bj * cf

9:24 da manhã  
Blogger ângela said...

:)
beijo

11:28 da manhã  
Blogger Paulo Sempre said...

De tudo o que li só o desassossego ficou!!!

Bjs.
Paulo

12:32 da manhã  
Blogger herético said...

beleza alada, como (teus) pensamentos poéticos.

12:15 da tarde  
Blogger QUIM said...

Só a Eli conseguia descobrir o silêncio iluminado de um moinho de vento.... Liiindo!

Música
Como o vento
Ritmo, balanço
Canto inaudível
Lento
A memória do tempo
A cor do som
Silêncio ilustrado
Do pensamento.

1:28 da tarde  
Anonymous M said...

Muito bonito!
Um beijo.

3:01 da tarde  
Anonymous fernanda s.m. said...

É um consolo e uma serenidade chegar aqui .
Um abraço,
fsm

11:02 da tarde  
Anonymous Quico said...

É uma pena não se verem hoje esses mastros desfraldarem as suas velas e pô-lás a girar ao vento. Hoje só vemos ruínas e o nosso coração roda sim, mas à procura daquilo que já não há, a não ser recordações. Por todos os cabeços apenas vemos ruínas de vidas passadas! Bjs.

10:08 da manhã  
Blogger amigona said...

Um beijo...

8:38 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home